domingo, 25 de setembro de 2016

Diário de Aleatoriedades #1

Oi gente! Tudo bom?

Bom, hoje vim fazer um post que não faço há muito tempo por aqui. Vim falar um pouquinho do meu dia a dia. Não tenho uma rotina agitada nem nada, mas de vez em quando aparece algo interessante na minha vida. Tenho andado muito sumida da minha 'vida social' por conta do cansaço, mas no final tudo vai valer a pena. Como eu quase não falo nada sobre mim aqui no blog, senti essa necessidade de compartilhar algumas coisinhas aqui com vocês, já que até nas minhas redes sociais eu desapareci, rs. 

// Teste no Pottermore //

Primeiro quero começar falando da maravilha do teste do Patronum que o Pottermore finalmente liberou. Acho que nunca contei aqui pra vocês a qual casa eu pertenço na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, não é? Bem, eu sou da casa da nossa querida Luna Lovegood, Ravenclaw (Corvinal). Nunca imaginaria que, quando eu fizesse o teste, eu cairia na Corvinal. Na verdade, quando eu fiz, eu não tinha a minima ideia de pra qual casa eu seria selecionada. Sempre gostei muito das quatro casas e não conseguia me decidir de qual eu me identificava mais, aí tirei a dúvida lá no Pottermore. Agora parando um pouco de falar da minha casa do core , vamos falar do teste que eu estava esperando desde quando eu escutei rumores no começo do ano. Qual é o meu Patronum! Eu sempre imaginei que meu Patronum seria uma raposa, porque meu sobrenome é Raposo, então sempre escutei muitas piadinhas por causa disso, o que mais pra frente me fez gostar muito desse animal. Quando fui fazer o teste pra ver qual era o meu Patronum, adivinhem o que deu? Sim, uma raposa! Quando eu vi o resultado, eu dei pulos de alegria, eu cheguei a chorar de tanta emoção. Quem é fã de Harry Potter sabe que o Patrnum é um feitiço muito complexo e muito difícil de reproduzir, porque pra reproduzir um Patronum corporal, você precisa ter uma lembrança alegre forte o suficiente. Então, saber que meu Patronum é exatamente o animal que eu imaginava, me deixou muito feliz mesmo. Faz o seu lá e depois me fala aqui nos comentários qual foi o seu Patronum ^^

// Como anda a rotina //

Digamos que ultimamente não estou tendo tempo pra fazer metade das coisas que eu fazia antes. Isso me lembra até um texto que escrevi recentemente aqui no blog, 'Um texto sobre a vida'. Lá eu falo da falta de tempo e que não podemos viver apenas de obrigações, porque precisamos tirar um tempo pra nós mesmos. Ele está bem interessante, faz a gente dar aquele refletida sobre a vida, sabe? Dá uma passadinha lá depois pra ver ;) Voltando... Minha rotina nesse mês tem sido a mesma todo santo dia. Acordar, fazer minhas obrigações durante o dia, voltar pra casa, ler um pouquinho - quando não estou muito cansada - e dormir. Tem sido isso basicamente, e confesso que essa rotina está me desgastando um pouco. Eu sou uma pessoa agitada e quando faço a mesma coisa todo dia, acaba me desgastando mais do que as obrigações em si. 

// Querendo assistir //

Estou com esse livro aqui em casa, mas ainda nem li, por conta das minhas leituras atrasadas. O fato é que o filme está pra estrear na próxima sexta feira (29 de setembro) e eu quero tentar ler ele primeiro pra poder ir assistir. Como eu sou uma pessoa que tem muito azar, por sempre assistir o filme primeiro pra depois ler o livro, decidi que com esse vai ser diferente. Minha ansiedade pra assistir o filme na verdade é por causa do diretor. Cara, foi o Tim Burton que dirigiu esse filme! Vocês não tem ideia do quanto eu amo o filme desse cara ♥  A minha ansiedade pra assistir esse filme é por causa disso, porque nem o livro eu li ainda, então não tem como eu ficar ansiosa pra saber como está a adaptação - que acredito que está maravilhosa - já que eu só conheço a história pelo o que eu ouvi as pessoas falarem. Mas pelo que eu já li em resenhas, acho que o livro vai me agradar bastante, porque até onde eu vi, ele o tipo de livro que eu amo ler, que no casa é fantasia. Mas aqui entre a gente, eu jurava que esse livro era de terror por causa da capa - eu = iludida! rsrs. 

// Trecho de alguns livros que li //

"- Um milhão de quilômetros longe do mundo - corrigiu ela. - O que é melhor ainda. 
- Você está definitivamente morando na cidade errada, então. 
- Não é verdade - retrucou ela, balançando a cabeça. - Tem tantas maneiras de estar sozinho aqui, mesmo quando estamos rodeados por todas essas pessoas."
- A Geografia de Nós Dois.

"Algumas coisas existem em nossa vida apenas por um breve instante. E nós a devemos deixar seguir para iluminar outro céu."
- A Fúria e a Aurora.

"Às vezes penso que não estou sozinha em minha própria cabeça, que há parte de outra pessoa lá dentro, alguém que me incita a seguir além dos limites."
- O Lado Mais Sombrio.

// No Fone //



Onde me encontrar
Instagram Facebook Twitter

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A mais pura verdade, de Dan Gemeinhart

Título: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Classificação: ♥♥♥♥♥
Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças.Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

 Sobre a história

A Mais Pura verdade é do autor Dan Gemeinhart. O livro foi lançado aqui no Brasil em 2015 pela editora Novo Conceito. O livro vai contar a história de Mark, um garoto de doze anos que sofre de câncer. Ele precisou tratar a doença durante a maior parte de sua vida, e agora que a doença voltou, ele sente que precisa realizar seu sonho; escalar o Monte Rainer.
Com seu fiel amigo e companheiro Beau, Mark foge de casa à caminho do Monte, levando consigo alguns dólares, sua câmera fotográfica e mais algumas coisas.

Antes de sua partida, Mark deixa uma carta de despedida para a sua melhor amiga, Jesse. Assim que a garota descobre o bilhete, ela fica sem saber o que fazer. Ela não sabe se conta e acaba com todas as preocupações dos pais de Mark, ou se deixa o amigo ir realizar seu sonho.

A viagem é perigosa e cheia de obstáculos e situações complicadas. Ele sabe que sua foto está nos noticiários e que todos estão a sua procura por toda parte. Mas, mesmo assim, ele não desiste de ir atrás do seu sonho. No meio do caminho ele se depara com algumas pessoas, algumas más e outras boas que querem ajudá-lo. Mas Mark não quer a ajuda de ninguém durante a sua aventura, ele quer fazer tudo sozinho.
"Eu não disse nada. De vez em quando, mesmo as respostas certas parecem erradas, se você não gosta da pergunta. Essa é a mais pura verdade."

O que eu achei da história

Quando ouvi falar desse livro, logo me interessei por ele, mas confesso que adiei bastante a leitura. Mas é aquele ditado, né? Antes tarde do que nunca! Já pela sinopse o livro parecia ser uma história que emocionaria quem a lesse. Dito e feito. Terminei o livro com os olhos em lágrimas e com uma vontade de entrar dentro dele e dar um abraço bem apertado no personagem.

Me admirei bastante com a coragem e determinação de Mark. Tive muita dó dele em certos momentos, mas com tudo, ele é um dos personagens mais determinados que já tive o prazer de conhecer. A mensagem de amizade que o livro nos passa é muito linda, além de nos mostrar o valor de uma amizade sincera e verdadeira.

Como adiei muito a leitura desse livro, acabei lendo ele em PDF. Mas apesar de ter lido ele em PDF, gostei bastante. A capa dele tem tudo a ver com a história. Os capítulos são intercalados pela a aventura de Mark, que é contada detalhadamente tudo o que está acontecendo em primeira pessoa, e pelos momentos agonizantes e preocupantes que seus pais e sua amiga estão passando.

O livro é de uma leitura bem rápida e flui desde as primeiras linhas. Você consegue embarcar na aventura de Mark junto com ele, querendo entrar na história e ajudá-lo em determinados momentos. Um livro sobre uma linda amizade entre um garotinho e seu cachorro que, com toda certeza, vai fazer você ficar apaixonado pelos dois.

Me siga nas redesociais

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Um papo sério sobre suicídio

Oi gente! Tudo bom? 

Hoje decidi bater um papinho com vocês. Não sei se vocês sabem, mas esse mês é conhecido como Setembro Amarelo. Desde 2014, essa campanha tem servido para alertar a sociedade sobre uma realidade atual, mas que ainda é um tabu falar sobre ela até os dias de hoje. O suicídio! Infelizmente, muitas pessoas tem medo de falar sobre o assunto e sempre tentam fugir, e é aí que mora o grande problema. Por conta desse medo, muitas pessoas acabam não percebendo sinais de pessoas próximas dela que tem pensamentos suicidas, e quando percebem, já é muito tarde!

O mais triste é saber que de cada 10 suicídios, 9 poderiam ser evitados. Isso é muito triste, mas é uma realidade. Muitas vezes, as pessoas que estão com pensamentos suicidas até tentam buscar ajuda com os mais próximos, porém, muitas vezes são ignorados ou mal compreendidos. Também tem aqueles casos de os mais próximos não saberem como agir em uma situação dessas e, por conta disso, não sabem como evitar, ou simplesmente achar que é uma brincadeira ou que não é nada importante. 

Mas o que realmente leva uma pessoa a cometer suicídio? A busca de acabar com alguma dor emocional, a falta de apoio, problemas na vida pessoal, entre outros motivos. O suicídio é um mal silencioso, pois a pessoa que sofre, não fala realmente o que ela está passando ou pensando. E as pessoas ao redor, por medo ou desconhecimento do assunto, não enxergam os sinais de uma pessoa com esse tipo de pensamento.

O que a gente não sabe é que, muitas vezes, essas pessoas só precisam de alguém que as entendam, que fiquem ao lado delas, que as escute, ou de um simples abraço. Elas precisam de apoio! Coisas simples assim podem fazer toda a diferença! Por isso, procure saber mais sobre o assunto, se informe mais, porque saber nunca é demais gente! E outra, temos que quebrar essa tabu e falar mais sobre esse assunto, pois suicídio é algo muito sério. E não só o suicídio. Infelizmente, nossa sociedade coloca muitos assuntos desse tipo em tabus, o que é muito ruim, pois muitas coisas que acontecem poderiam ser evitadas se muitos tivessem, pelo menos, um pouco de conhecimento. 

Mas também tem aquele. né; como é que a pessoa vai querer buscar ajuda se nem ela mesmo sabe que ela pode ser ajudada ou que, aquela situação que ela está passando é mais comum do que ela imagina? E quando a situação é ao contrário? Como uma pessoa pode oferecer ajuda a um amigo ou familiar, se ela não sabe identificar sinais? Então, o Centro de Valorização da Vida, oferece apoio emocional e prevenção do suicídio. Eles atendem voluntariamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, é só entrar aqui no site e ver quais são as formas de entrar em contato com eles, porque falar é a melhor solução!

domingo, 11 de setembro de 2016

Fotologia | Objetos

Oi gente! Tudo bom? 

Como sempre, atrasada! Ontem não deu pra postar o posto do projeto Fotologia porque eu não estava em casa, por isso estou postando hoje. Até teria dado pra postar, mas a pessoa aqui gosta de fazer as coisas de última hora. Então,o atraso desse mês é culpa minha, sorry! Mas, antes tarde do que nunca, né? Enfim, o tema desse mês é objetos. Achei um tema fácil, mas para quem não está com tempo nem de para ler, acabou complicando um pouquinho. Sem tirar o fato que meu cartão de 36gb simplesmente decidiu ferrar comigo. Sério, ele decidiu dar um bug muito louco e ficar modificando tudo o que tinha nele e quando eu ia abrir, sempre dava erro. Formatei ele, mas continuou na mesma, então peguei um cartão que tinha aqui de uns 2gb - cês não imaginam como estou sofrendo com ele pelo pouco espaço que tem :'( - O fato é que perdi todas as fotos que tinha tirado para o projeto. Se eu fiquei com raiva? Até demais! Mas fazer o que, né? Então fiquem com algumas fotos que tirei nessa última semana - que foi corrida pra caramba - mesmo que elas não tenham ficado tão boas.
Não gosto muito de leite, mas de vez em quando é bom tomar, né? rsrs
 Meu vidrinho de perfume favorito ♥
A zebrinha mais fofa do mundo *--* 
Turminha da bagunça, haha!
 :)
 Mascotes que amo ♥
 Ganhei do papai ^^ Acho que ele pensou que era o tordo de Jogos Vorazes, rsrs.

Por hoje é só isso mesmo. Não esqueçam de conferir os posts dos outros participantes ♥